Estação recebe Ação Itinerante de combate à Covid-19 promovida pelo Governo

Foto: Alex Ribeiro – Ag. Pará

Para garantir assistência médica aos pacientes com quadro clínico suspeito do novo coronavírus, está sendo ofertada em Belém e no interior a Ação Itinerante contra a Covid-19, que nesta quarta-feira (4), também foi instalada na Estação das Docas, em Belém. O primeiro dia de atendimentos foi acompanhado pelo governador Helder Barbalho e pela primeira-dama, Daniela Barbalho.

A iniciativa mobiliza uma equipe de seis médicos, sendo cinco cubanos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, odontólogos, administrativo, apoio e serviços gerais. O médico cubano Rafael Gonzalez faz parte da equipe do governo do Estado que garante atendimento aos pacientes com esses sintomas.

Foto: Alex Ribeiro – Ag. Pará

“Esse atendimento, na verdade, é muito importante, porque feito de forma precoce permite iniciar o tratamento da forma correta, perto da casa do paciente, na sua comunidade e de forma ágil”, disse.

A professora Josilene Freitas foi uma das pacientes atendidas pelo médico Rafael. Com sintomas iniciais da Covid-19, a oportunidade de ter atendimento na ação itinerante foi um alivio para ela. “Eu até indico para as pessoas que estão em casa, que estão com algum sintoma, pra procurar que tá bom o atendimento, tá fácil, fácil acesso e os médicos são muito atenciosos”, disse a professora, que já saiu da Estação das Docas com os medicamentos necessários em mãos.

A expectativa é que cerca de 300 pessoas por dia recebam atendimento na Estação das Docas nos quatro dias de ação no local. A coordenação reforça que é necessário que o paciente esteja com os sintomas da Covid para buscar atendimento.

Foto: Alex Ribeiro – Ag. Pará

“Temos uma triagem para explicar para eles, que só serão atendidos aqui quem está com esse quadro inicial, leve ou moderado, porque se vierem pra cá sem esses sintomas podem inclusive se contaminar, então a gente deixa bem claro que é muito importante que só venham realmente quem precisa desses atendimentos”, detalhou a coordenadora da Ação Itinerante, Alessandra Amaral.

Idealizado para levar os serviços de saúde para perto da população, a iniciativa já esteve em Ananindeua e nos bairros do Guamá, Pedreira, Marambaia e ainda está ocorrendo na Escola de Educação Física, no Marco, e na Escola João Carlos Batista, em Ananindeua. Na semana que vem, a ação chegará ao bairro do Jurunas.

Foto: Alex Ribeiro – Ag. ParáAtenção 

O protocolo da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a Covid-19 é claro: teve febre (persistente), acima de 37,8°C, com sintomas respiratórios, como tosse seca e dor de garganta, ou outros sintomas como dores musculares, de cabeça e, principalmente, dificuldade para respirar, é preciso procurar um médico.

Informações de Ag. Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *