5 mil pessoas já visitaram a exposição da Corda do Círio na Estação das Docas

A oportunidade de estar mais próximo da corda que puxa a berlinda de Nossa Senhora de Nazaré nas duas grandes romarias da Festividade – Trasladação e Círio – já levou à Estação das Docas, em Belém, cerca de 5 mil pessoas , somente nos primeiros três dias de exposição. É a primeira vez que o complexo turístico e cultural expõe um dos grandes símbolos da maior festa católica do Brasil, desde o último sábado (28) até a véspera do Círio, sábado (12), sempre das 10 à meia-noite.

A centenária Festividade de Nazaré é exemplo de tolerância religiosa, de como a fé contagia a todos nesse período. É o que reforça a atitude de Reginaldo Silva, 44 anos, que mesmo não sendo católico levou a família para ver a corda. “É impossível não enxergar a beleza que é essa relação do povo do Pará com o Círio de Nazaré. Apesar de ser de outra religião, respeito e admiro muito a fé dos devotos”, afirmou.

“É impossível não enxergar a beleza que é essa relação do povo do Pará com o Círio de Nazaré. Apesar de ser de outra religião, respeito e admiro muito a fé dos devotos”, afirmou.

Reginaldo Silva, de 44 anos, trouxe a família para prestigiar o símbolo.

Antônio José Lima, 53 anos, é carioca e acompanha o Círio desde que veio morar em Belém, aos 12 anos. Para ele, a exposição da corda na Estação das Docas é um atrativo a mais para o turista. “Além de poder apreciar a beleza desse lugar, da nossa orla da Baía do Guajará, e provar do melhor da nossa gastronomia, o turista também poderá estar mais próximo da corda e sentir a energia que ela transmite. Assim, quem sabe pode tentar entender porquê ela é tão importante para nós”, frisou.

Momento único – Segundo ele, é um momento único para devotos que nunca acompanharam o Círio na corda. “Essa também é uma grande oportunidade para nós, conterrâneos, principalmente para aqueles que, assim como eu, nunca acompanharam a procissão na corda, e agora podem vê-la de perto e fazer suas orações”, acrescentou.

FOTO UCHOA SILVA/PARA2000

Quem estiver na Estação das Docas para visitar a corda também poderá ver a exposição fotográfica itinerante “Guarda de Nazaré 45 anos de amor e fé”, nos armazéns 1 e 2. A visitação gratuita é durante o horário de funcionamento do complexo, das 10 à meia-noite, exceto nos dias 12 e 13 de outubro, quando o complexo altera o horário de funcionamento devido à Trasladação e ao Círio.

A exposição da Corda do Círio 2019 é uma realização do Governo do Pará, por meio da Organização Social Pará 2000, que administra a Estação das Docas, com apoio da Diretoria da Festa de Nazaré, da Guarda de Nossa Senhora de Nazaré e da Polícia Militar.

Serviço:

Exposição da Corda do Círio 2019 – Armazém 2 – aberta a visitações até o dia 12/10.

Programação gratuita

Horário de funcionamento da Estação das Docas:

Segunda e terça – 10h às 00h

Quarta – 10h às 01h

Quinta, sexta e sábado – 10h às 02h

Domingo – 9h às 00h

No período do Círio os horários serão alterados, conforme abaixo:

Dia 11/10 (sexta) – 10h às 02h

Dia 12/10 (sábado) – 8h às 16h (neste dia o estacionamento abre às 06h da manhã)

Dia 13/10 (domingo) – 16h às 00h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *